Concursos da PF e PRF foi solicitado para nível médio com 487 vagas

A Polícia Federal  e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) têm expectativa de abrir novos editais de concursos públicos para o cargo de Agente Administrativo.


A Polícia Federal  e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) têm expectativa de abrir novos editais de concursos públicos para o cargo de Agente Administrativo, função que tem requisito o ensino médio completo. Ambas as corporações solicitaram ao Governo Federal a abertura de novo certame. Foram pleiteadas, ao todo, 487 vagas.

O novo pedido de concurso da Polícia Federal 2020/2021 foi feito ao governo pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e já está em análise no Ministério da Economia. Foram solicitadas, ao todo, 1.508 vagas, sendo 349 para Agente Administrativo. O salário básico do cargo é de R$ 2.279,16. Além disso, o cargo conta com gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 2.467, totalizando R$ 4.746,16 mensais.

Na PRF, após confirmar o envio de 2.634 vagas para o cargo de Policial Rodoviário, foi anunciado na noite da última quarta-feira, 17 de junho, que a solicitação também conta com mais 138 vagas para carreira de agente administrativo, totalizando 2.772 vagas. A remuneração chega a R$ 4.270,77 por mês.

Concurso Polícia Federal – Agente Administrativo

A expectativa pela abertura do novo concurso público da Polícia Federal (Concurso PF 2020) para o cargo de Agente Administrativo, de nível médio só aumenta.

O diretor-geral da corporação, Rolando Alexandre de Souza, confirmou que o edital do novo concurso da Polícia Federal será divulgado ainda este ano. As vagas também serão oferecidas para nível superior.

“Se der tudo certo, ainda este ano divulgaremos o edital do novo concurso, e se tudo der certo, com o curso de formação iniciado no final do ano que vem, já que nosso concurso é longo, um ano em razão das etapas, mas entraríamos em 2022 com o maior efetivo da história da Polícia Federal,” disse o chefe da corporação em live realizada junto à Associação dos Delegados de Polícia Federal (ADPF).

Além disso, o diretor-geral da Polícia Federal comentou com representantes da ADPF sobre a intenção de realizar novos concursos públicos periódicos, a cada dois anos, tendo em vista que a duração é extensa em função das etapas de seleção. Para isso acontecer, ele comenta sobre a criação de um projeto de lei para que essa periodicidade seja ainda mais reforçada.

“Tivemos conversas com o Ministério da Justiça e Segurança Pública para tentar realizar concursos a cada dois anos. Teríamos concursos menores, mas permitindo uma oxigenação continua no efetivo da PF.”

A função de Agente Administrativo acumula um alto número de cargos vagos, o que compromete o funcionamento de modo regular na PF. O último concurso foi realizado em 2013 e teve validade encerrada. O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (PENAPEF), Luis Antônio de Araújo Boudens, informou recentemente que a Polícia Federal tem um déficit de 5.300 servidores no cargo de Agente Administrativo.

O cargo de Agente Administrativo realiza atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica; supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

O último concurso da Polícia Federal para Agente Administrativo foi realizado em 2013. Na ocasião, as vagas foram destinadas aos Estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

As provas objetivas aplicadas foram de de caráter eliminatório e classificatório, valendo 120,00 pontos, abrangendo as disciplinas citadas. O certame foi coordenado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

Concurso PRF – Agente Administrativo

O cargo de Agente Administrativo tem requisito de diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau), fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. A remuneração inicial do cargo chega a R$ 4.270,77, valor que já inclui o salário de R$ 3.812,77 e vale-alimentação de R$ 458. O último concurso nível médio da PRF foi realizado em 2014, sob organização da FUNCAB. Na ocasião, o certame contou com 216 vagas.

Atribuições –  O Agente Administrativo deverá executar atividades administrativas, de nível intermediário, relativas às competências legais da Polícia Rodoviária Federal, por meio da prestação de apoio técnico administrativo à área finalística da Instituição. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

A expectativa é que os inscritos no novo concurso da PRF – Agente Administrativo sejam avaliados por prova objetiva eliminatória e classificatória, constituída de questões de múltipla escolha das matérias de Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Raciocínio Lógico, Nocões de Direito Constitucional e Administrativo, Noções de Arquivologia e Informática e Legislação Relativa à PRF. Além disso, os aprovados na prova objetiva serão avaliados por INVESTIGAÇÃO SOCIAL, etapa de caráter eliminatório.

Cada questão contou com 5 (cinco) alternativas, sendo apenas uma correta.

O último concurso ofereceu 216 vagas. Veja como ficou a distribuição das vagas no último concurso da Concurso PRF Nível Médio.

GO – 06 vagas gerais + 01 PcD

MT – 08 vagas gerais + 01 PcD

MS – 14 vagas gerais + 01 PcD

MG – 16 vagas gerais + 01 PcD

RJ – 01 vaga geral

SP – 09 vagas gerais + 01 PcD

PR – 17 vagas gerais + 01 PcD

SC – 17 vagas gerais + 02 PcD

RS – 23 vagas gerais + 02 PcD

BA – 17 vagas gerais + 01 PcD

PE – 11 vagas gerais + 01 PcD

ES – 03 vagas gerais

AL – 03 vagas gerais

PB – 04 vagas gerais

RN – 03 vagas gerais

CE – 03 vagas gerais

PI – 09 vagas gerais + 01 PcD

MA – 04 vagas gerais + 01 PcD

PA – 05 vagas gerais + 01 PcD

SE – 04 vagas gerais

RO/AC – 03 vagas gerais

DF/SEDE – 07 vagas gerais + 01 PcD

TO – 04 vagas gerais

AM – 03 vagas gerais

AP – 03 vagas gerais

RR – 03 vagas gerais

*PcD – Pessoas com Deficiência

As pessoas com deficiência, terão direito a 5% das vagas oferecidas, de acordo com a distribuição de vagas constantes no edital de concurso da PRF (Agente Administrativo).

Postar um comentário

0 Comentários